VIÉS CRIATIVO

4 de junho

A oficina oferece a oportunidade de uma imersão no universo do ato poético, para escritores, poetas, compositores e curiosos da área criativa.  Dentro das práticas previstas, o participante é convidado a elaborar o que chamamos aqui de Mapa do Viés Criativo. O mapa propõe que o criativo encontre sua própria voz em meio à teia emaranhada da criação intuitiva. Assim, imaginação, inspiração e técnica podem se desenvolver de forma consciente, a partir de um princípio criador. Além disso, o participante irá elaborar um protótipo para um projeto pessoal, com o material oferecido durante o encontro. O vídeo gravado da oficina ficará disponível para os participantes durante o período de seis meses após o encontro.

DURAÇÃO DO ENCONTRO: DAS 8H ÀS 11H

Durante a trilha, visitaremos alguns autores:

  • Sigmund Freud (O artista e criança)

  • Jacques Lacan (Linguagem e expressão )

  • Octávio Paz ( O ato poético )

  • Marcelo Galvão (Os processos criativos)

  • Espinoza ( A criatividade e o afeto )

  • Donald Winnicott ( A descoberta criativa do mundo )

  • Friedrich Nietzsche ( A pulsão criadora e a coragem do fazer criativo)

  • Gaston Bachelard ( Ato poético do devaneio)

ESTE CURSO OFERECE DESCONTO DE 30% PARA ALUNOS DA EDITORA METAMORFOSE

VALOR: R$ 75,00
7_edited_edited.jpg

Sobre o professor: é artista e educador social. Professor do Curso de Formação de Escritores da Editora Metamorfose. Músico de formação, deu seus primeiros passos na educação aos dezessete anos, quando começou a dar aulas particulares no conservatório em que estudava. Lecionou música no ensino formal e em diversas instituições sociais, tendo sempre a arte como fio condutor na luta pela garantia de diretos. Em 2020 publicou seu primeiro livro, Desventos, pela Editora Metamorfose, e, em 2021 o segundo, Porquês da Poesia, este já na parceria entre os selos Toca e Metamorfose. Hoje, junto com sua esposa, Janine Demenighi, fundou a Toca, que além do selo editorial, é um espaço dedicado a diversas atividades nas áreas de arte e educação ambiental, onde Rafael atua também como meliponicultor.